sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Relatório de acompanhamento: Práticas pedagógicas/ Concepções de ensino aprendizagem


RELATO DE ACOMPANHAMENTO

Instituição:  PAC Nossa Senhora das Graças
Coordenadora pedagógica: Verônica Mesquita Santana
Mês: Junho/2012

Ao observar práticas pedagógicas e ler semanários observei que há grande resistência a proposta construtivista, professor como mediador da aprendizagem e a criança como sujeito ativo e participativo. Em algumas orientações coletivas e individuais, pude compreender a resistência em não “acreditar” que crianças tão pequenas possuem conhecimentos e podem exercer atividades para desenvolvimento da autonomia, crendo que a criança aprenderá com eficiência observando-as realizarem tarefas simples da rotina, ou seja, somente o professor é dono do saber e a criança só aprenderá com modelos mais experientes. Outra parte integrante do corpo docente sendo exatamente metade esforça-se para compreender e modificar práticas pedagógicas desenvolvendo assim autonomia do grupo, situações em que a criança participa e expressa seus conhecimentos, incentivando a criticidade, participando e atuando em sua aprendizagem.
Pensando nessas questões, decidi fazer reflexões em HTPC, conversas individuais nos 50', notei que as práticas foram modificando, porem ainda estou com dificuldades, pois algumas mesmo com orientações persistem na prática. Nas duas U.E. Observei que grande parte já modificaram suas práticas e propostas, ouvindo mais as crianças, planejando atividades que desenvolvam a autonomia e os fazendo parte integrante da aprendizagem.


MODIFICANDO PRÁTICAS PEDAGÓGICAS: PROPONDO DESAFIOS, REFLEXÕES E AUTONOMIA:
Bingo de letras


Atividade de movimento 

Boliche

Releitura 

Releitura: Sereia/ Volpi





Obra a Sereia Mat B

Obra: Sereia de Volpi

Contação de história

Apreciação das obras Mat. A

Apreciação das obras Mat. B


Releitura: Girassóis Vincent Van Gogh

Quanto as linguagens observo que cada uma possui sua concepção de ensino, como por exemplo, em artes visuais maioria focava somente o fazer artístico como pinturas limitadas proporcionando um único suporte e colagens. Em alguns HTPC fizemos estudos aprofundando essa prática com dinâmicas e leituras de grandes pensadores, explicando a importância do conhecer e fazer artes com diversidade de materiais, suportes e obras de artes. Em um de nossos encontros lancei para o grupo: Como seria apreciar arte? Como era planejado esse apreciar? Todo o grupo não havia feito e não sabia como seria essa apreciação em artes e após esse estudo da importância, que vai muito além de apenas fazer e guardar as obras das crianças fizeram os painéis de apreciação, rodas de conversa com e observaram que os mais experientes ensinam os colegas. O grupo também passou a compreender que as paredes falam e revelam experiências sobre as aprendizagens das crianças e nossa proposta que vai além do cuidar que as famílias ainda acreditam que somente isso que a creche proporciona a elas.
Em nossa última parada pedagógica e planejamento trabalhamos o tema MUDANÇA, em todos os aspectos seja prática pedagógica, profissional e pessoal. Fizemos leituras pontuais como Clarisse Lispector em seu texto Mudança, trabalhamos a reformulação de uma rotina significativa a favor da criança e algumas experiências na prática como o trabalho com nome próprio, práticas de leituras, práticas sobre o brincar e o trabalho em grupo.
 Olhares foram direcionados as práticas pedagógicas um novo olhar para as crianças que devem fazer parte do processo educativo, desenvolvendo e estimulando um cidadão critico e participativo de sua aprendizagem.


Releitura Mini maternal B

Apreciação das atividades desenvolvidas

Roda de música: Sopa do neném - Palavra Cantada


PLANO DE AÇÃO PARA ATENDER OS DESAFIOS DO 

COORDENADOR (DIFERENTES CONCEPÇÕES DE 

ENSINO E APRENDIZAGEM) 

 Após observar práticas pedagógicas e fazer as devidas intervenções, elaborei um roteiro de acompanhamento para melhor orientar, observar e fazer intervenções que pudessem auxiliar as práticas pedagógicas e assim modificar. Reservei 2 vezes por semana para entrar no 50' para orientações, leitura de relatos de observações que realizo em sala de aula e vídeos das aulas, assim juntas realizamos modificações e propomos outras situações diante das dificuldades.  Passei também a fazer maiores intervenções no semanários, perguntas para que pudessem refletir quanto as práticas. Realizamos leituras que estão postadas aqui no blog referentes ao desenvolvimento infantil e observei que houve bastante melhora nas práticas e comentários positivos das professoras quanto ao trabalho que está sendo desenvolvido. 




CÁRITAS SÃO PEDRO APÓSTOLO
PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE TABOÃO DA SERRA
Logo%20Caritas
PAC NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS


RESUMO DAS DISCUSSÕES CONSELHO DE CLASSE
Esse mês as atividades pedagógicas foram planejadas a partir do plano de ação pós-conselho pedagógico onde refletimos sobre a importância do olhar pedagógico direcionado as crianças, suas especificidades, necessidades e capacidades. Iniciamos os dois dias com mensagens de animo e reflexão para fazer o grupo refletir sobre nossas práticas e deveres quanto profissionais, após realizamos a dinâmica patinho feio para reflexão sobre algumas práticas inadequadas existentes na unidade como a exclusão de crianças com dificuldades comportamentais.
Nosso conselho pedagógico foi pautado na necessidade de refletir ações pedagógicas aplicadas no terceiro bimestre e metas para o quarto, realizamos assim um estudo detalhando (quadro de metas) o perfil do grupo as necessidades e especificidades de cada criança. Também assistimos pequenas animações que retrata a exclusão e persistência, a nova formatação de conselho foi muito bem avaliada pelo grupo que aprovou o momento. Pude observar os planejamentos semanais (semanários) e algumas aulas assistidas por mim que as práticas modificaram como, por exemplo, o maternal A (havia grande dificuldade entre as educadoras e rotulações de algumas crianças), planejamos situações de brincadeiras cooperativas com objetivo de unir e um auxiliar o outro através de brincadeiras sem imposições e cobranças, prática que está surtindo efeito no grupo.


Convivendo com as diferenças!









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário